Alunos de 16 câmpus competiram no 2º JIFSC

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) realizou entre os dias 7 e 9 a segunda edição dos Jogos do IFSC (JIFSC), com a participação de  estudantes de 16 câmpus no Câmpus Florianópolis. Os Jogos foram abertos para alunos de todos os cursos do IFSC – nos primeiros dois dias, participaram os estudantes de cursos técnicos integrados e, no terceiro dia, foi a vez de estudantes dos demais cursos -, com 10 modalidades em disputa.

Na comparação com 2012, a edição deste ano do JIFSC teve mais que o dobro de inscrições (foram 611 inscrições, contra aproximadamente 290 no ano passado). A duração também foi maior, com três dias de Jogos, dois a mais que em 2012. “Foi um evento mais complexo e mais difícil para organizar. Mas, graças ao comprometimento de todos os câmpus e do pessoal da área de educação física, tudo ocorreu dentro da normalidade”, avalia o diretor de Assuntos Estudantis e integrante da comissão organizadora do JIFSC, André Soares Alves.

O professor de educação física do Câmpus Itajaí Paulo Henrique Santos da Fonseca, também integrante  da comissão organizadora do JIFSC, comenta que os Jogos atingiram seu objetivo. “Queríamos estimular a prática da atividade física, que é uma questão de educação, e a identificação com o IFSC. Foi também um importante trabalho em rede”, diz. Ele lembra que, no passado, a instituição organizava grandes eventos esportivos, e o JIFSC resgata esse trabalho.

Entre os alunos que participaram do JIFSC, alguns já praticam esporte e até competiram em nível nacional, como Eduardo Andrei Peters, do curso técnico integrado de Química do Câmpus Jaraguá do Sul, que foi quinto colocado no lançamento de martelo no campeonato brasileiro de atletismo para atletas de até 17 anos, realizado em junho, em Porto Alegre.

Como não houve lançamento de martelo no JIFSC, Eduardo competiu no arremesso de peso e confirmou o favoritismo, ficando com o primeiro lugar na prova, repetindo o feito de 2012. Apesar de ser medalhista nos dois anos, o que o atrai no JIFSC é a “energia”. “A torcida é muito legal e traz uma energia bacana. Há também um contato grande com pessoas de outros câmpus”, comenta.

Quem participou pela primeira vez do JIFSC, surpreendeu-se com a quantidade de alunos e câmpus envolvidos. Foi o caso de Ketllyn Zanette, do segundo módulo do curso técnico de Informática do Câmpus Chapecó, que participou pela primeira vez do evento. “Não sabia que o IFSC tinha tantos câmpus”, comenta. Kettlyn participou do vôlei, do futsal, da corrida de 100m e do revezamento 4x100m. “Sempre gostei de esporte”, diz a estudante, que treinava futsal antes de ingressar no Câmpus Chapecó.

Anfitrião do JIFSC, o Câmpus Florianópolis preparou-se para receber os visitantes com melhorias na pista de atletismo, ginásio e fornecimento de bolas e redes, entre outras iniciativas para garantir uma boa estrutura para o evento. A professora Leatrice Pavan conta que servidores da Coordenadoria de Educação Física do câmpus trabalharam durante todo o dia no JIFSC. “Foi uma competição bem saudável, com participação de muitos alunos e uma integração e união muito grandes”, elogia a professora. O grande movimento de alunos de todo o Estado fez lembrar os tempo em que o câmpus – na época da Escola Técnica Federal de Santa Catarina – tinha jogos internos do qual participavam centenas de estudantes, segundo Leatrice, que está na instituição desde 1979.

Confira fotos dos jogos na página do IFSC no Facebook. Assista também ao vídeo da abertura do evento feito pela TV IFSC.

Publicado em Notícias Marcado com: